O que é Smart Farming e quais suas ferramentas

O que é Smart Farming e quais suas ferramentas

Desde 2017, a agricultura digital e os avanços tecnológicos têm tomado conta do setor agrícola. Termos como Inteligência Artificial, Machine Learning, Big Data e Internet das Coisas estão cada vez mais próximos do produtor rural e de suas atividades no campo. 

Neste contexto, um novo termo tem tomado conta das conversas sobre tecnologia aplicada no campo: smart farming, ou agricultura inteligente. Esse termo refere-se à aplicação da tecnologia da informação orientada para resultados, levando em conta cálculos e não apenas o feeling, ou seja, instinto. 

O Smart Farming otimiza a tomada de decisões do empreendedor agrícola, integrando informações e dados. Para isso, utiliza-se de ferramentas, como: sensores, GPS, drones, imagens via satélite, softwares de gestão, entre outras. 

Assim, neste artigo iremos explorar o conceito de smart farming, como funciona e como as ferramenta são utilizadas. 

O que é Smart Farming?

Smart Farming, ou Agricultura Inteligente, nada mais é do que a adoção de tecnologias no campo com o objetivo de obter melhores resultados, maior desempenho e uma produção de maior qualidade com segurança e precisão. 

As informações captadas são em tempo real. Além disso, é possível a previsão de cenários, com integração de dados e ferramentas inteligentes. 

O Smart Farming atua fortemente na tomada de decisão e na aplicação da tecnologia. Mas, de que forma?

Como funciona o Smart Farming?

O Smart Farming apresenta soluções de melhoria contínua na agricultura de precisão, no monitoramento da lavoura, na irrigação inteligente, em sistemas avançados para gestão agrícola, além da análise do solo. 

Tudo isso é possível através das seguintes atividades:

  • Extração de informações e dados em tempo real;
  • Tomada de decisões a partir de cálculos e previsões;
  • Gestão orientada por dados;
  • Aplicação de ações eficientes através do uso ferramentas inteligentes.

Por que adotar o Smart Farming?

Com todas as possibilidades apontadas acima, o produtor rural que deseja maximizar seus ganhos e minimizar os riscos, não pode deixar a tecnologia de lado. Com o Smart Farming é possível tornar as atividades automatizadas e inteligentes, processando um alto volume de dados em tempo real de forma a tomar decisões acertadas. 

A aplicação de tecnologias digitais no campo será responsável pela expansão da fronteira agrícola. Além disso, irá aumentar a produtividade da lavoura, garantindo um crescimento ainda maior no setor agrícola, segundos especialistas.

Quais as Ferramentas do Smart Farming?

O Smart Farming tem como objetivo a otimização da produção de forma automatizada e inteligente. Para isso, faz uso de diversas ferramentas, como afirmamos no início deste artigo. São elas:

  1. Drones. São responsáveis pela irrigação, pulverização, mapeamento da safra e georreferenciamento. 
  2. Sensores. São responsáveis pela coleta e tradução de dados em tempo real de forma a entender o que está ocorrendo na colheita. Assim, é possível verificar as características do solo, temperatura do ar e do solo, velocidade do maquinário e umidade. 
  3. GPS. São responsáveis pelo controle do maquinário, planejamento da colheita e até mesmo a medição da produtividade de cada atividade. 
  4. Softwares de gestão. São responsáveis pela integração de todos os dados, mostrando também o histórico de todas as atividades e resultados obtidos. Permite maior organização, garantindo a eficácia e eficiência na produção. 
  5. Imagens via satélite. São responsáveis por obter informações em tempo real para tomada de decisão através de análises climáticas e NDVI (traduzindo, Índice de Vegetação da Diferença Normalizada).

Você já conhecia o conceito de Smart Farming? Já aplica em sua produção? Comente abaixo!

Deixe uma resposta