5 vantagens da agricultura de precisão

5 vantagens da agricultura de precisão

Se você trabalha no setor do agronegócio já ouviu falar do termo agricultura de precisão. Com o advento da transformação digital e a agricultura 4.0, investir em máquinas tecnológicas e automatização de processos é uma realidade necessária para o produtor rural ganhar em produtividade e eficiência. 

Para entender melhor o porquê adotar a agricultura de precisão, no post de hoje iremos elencar 5 vantagens dessa tecnologia. 

O que é agricultura de precisão?

De maneira geral, agricultura de precisão é o termo utilizado para um conjunto de tecnologias e ferramentas que possibilitam ao produtor rural conhecer toda a sua área de cultivo de forma completa. Esse conhecimento permite um aumento de até 67% no rendimento da produção. 

4 vantagens da agricultura de precisão

As vantagens da agricultura de precisão são diversas. Isso porque as tecnologias utilizadas permitem solucionar o problema de desuniformidade nas lavouras. Em diferentes níveis de complexidade e funções. Em consequência disso, é possível que o produtor rural oriente sua gestão e tomada de decisões por dados e informações, garantindo maior competitividade e sustentabilidade ao seu negócio. 

A seguir, conheça as 5 vantagens que separamos. 

1 – Aumento da produtividade 

No Brasil, sabemos da existência de extensas áreas cultiváveis. Contudo, cada porção de terra possui suas características em relação a umidade, fertilidade, temperatura e até mesmo o próprio clima da região. 

Por esse motivo, é preciso ter uma abordagem para cada porção de terra. Isso vale para a aplicação de sementes, irrigação, aplicação de defensivos, etc. 

A Agricultura de Precisão soluciona exatamente esta questão. Sendo responsável pelo mapeamento em tempo real da plantação, ela garante maior produtividade. Pois permite que o produtor rural escolha a melhor forma de manejo e cultivo de cada pedaço de terra, otimizando seus recursos.

2 – Redução de custos e minimização de riscos

O aumento da produtividade permite não apenas a otimização de recursos, como também a redução de custos e minimização de riscos. Ao tratar cada talho de acordo com suas características, evita-se prejudicar a produção da lavoura e o desperdício de insumos, como defensivos e sementes. 

Utilizar a agricultura de precisão no campo garante um controle em tempo real da produção. E isso permite o controle da aplicação de fertilizantes, que são um dos maiores responsáveis pelos gastos da safra. Esse controle e monitoramento permite averiguar o estágio de crescimento da planta, as características próprias de cada cultura, os dados da lavoura e estabelecimento das metas de produtividade. 

3 – Sustentabilidade da produção

A sustentabilidade da produção é imprescindível. Não apenas porque é um tema muito discutido e difundido, mas também porque um dos objetivos do agronegócio é resolver a questão da segurança alimentar e a fome mundial. 

Sendo assim, um produtor rural que consegue otimizar seus recursos, evitar desperdícios e aproveitar o máximo de terra cultivável sem agredir o meio ambiente, é aquele que irá prosperar ao longo dos anos. 

A agricultura de precisão garante o uso de tecnologias que irão contribuir com este objetivo. 

4 – Monitoramento em tempo real

Conforme afirmamos anteriormente, a agricultura de precisão permite o monitoramento em tempo real da lavoura. Com drones, sensores, GPS e imagens via satélite é possível ajustar a colheita, aplicar insumos para correção de possíveis problemas no desenvolvimento das sementes, entre outras questões. Garantindo uma tomada de decisão orientada por dados assertivos. 

5 – Tomada de decisão assertiva

A tomada de decisões orientada por dados é fundamental para garantir uma lavoura saudável e rentável. E, a agricultura de precisão permite melhorias contínuas na aplicação de fertilizantes, identificação e controle de pragas e surtos de doenças de maneira ágil e eficiente. 

Além disso, as tecnologias utilizadas permitem a otimização do dia a dia do produtor rural em toda a cadeia de produção. As operações se tornam mais eficientes, garantindo a competitividade perante o mercado interno e externo. 

Conforme afirmamos em outro post:

Uma gestão estratégica é aquela que garante a minimização de riscos, prevendo possíveis cenários e soluções para manter a competitividade sem prejudicar a safra. 

Como você pode perceber pelas vantagens elencadas, utilizar a agricultura de precisão no campo não é uma escolha e sim uma necessidade para acompanhar não só as tendências do mercado, mas garantir a competitividade. 

Quer conhecer mais sobre as tecnologias disponíveis no mercado? Assine nossa newsletter!

Deixe uma resposta